Dicas para Executar Copywriting Imobiliário com Maestria 1 ano ago

copywriting imobiliário

Você sabe o que é copywriting imobiliário? Essa expressão se refere à redação para o meio imobiliário. Ou seja, como escrever para esse segmento tão diverso e que mexe com os sonhos das pessoas.

Afinal de contas, muitos têm aquele sonho de comprar seu primeiro imóvel, enquanto outros enxergam em casas ou apartamentos uma boa oportunidade para incrementar seus investimentos.

Por isso, por se tratar de um mercado tão dinâmico, aplicar bem o marketing digital dentro do copywriting imobiliário é fundamental. Digamos que não é apenas saber escrever, e sim como escrever.

Descobrir como formular um conteúdo capaz de chamar a atenção daquele público que você deseja atingir é a chave do sucesso em um segmento tão disputado.

Por isso, é tão importante que a sua imobiliária saiba como adaptar o conteúdo de copywriting imobiliário a diferentes plataformas de comunicação, como aplicativos de mensagens, redes sociais ou um site próprio, por exemplo, sempre produzindo conteúdos que chamem a atenção desse lead.

Mas, afinal de contas, como fazer um bom copywriting imobiliário? Para responder a essa pergunta, separamos oito tópicos que vão lhe ajudar a construir um conteúdo de qualidade, que atenda a seus objetivos.

  1. Copywriting imobiliário: Vá direto ao ponto

Quando você pensa em textos publicados na internet, qual a característica desses materiais? São sempre simples e compreendidos facilmente, não é mesmo?

Então, se para o seu blog pessoal você imagina desta forma, por que para o blog da sua imobiliária deveria ser diferente? Os textos do site e do blog de sua imobiliária também devem ser simples. Ou melhor, concisos, e sem enrolação.

Isso mesmo. Ninguém gosta de um texto descrevendo um imóvel cheio de suspense. As pessoas querem informações claras e diretas, que lhes permita tomar a melhor decisão sem qualquer sombra de dúvida.

É importante no copywriting imobiliário não omitir detalhes cruciais e falar sempre a verdade em suas postagens. O cliente sempre conseguirá descobrir quando algo que está ali não é verdade, o que pode ser péssimo para a sua reputação.

  1. Conheça seu público-alvo

Quando você começa a escrever para sua imobiliária, você precisa saber para quem está escrevendo, deve conhecer seu público-alvo. Isso pode parecer um pouco confuso para quem não entende o mercado, mas basta prestar atenção a alguns detalhes que tudo fica mais simples.

Por exemplo, cada imóvel tem um perfil de público diferente, o que obriga o redator a adotar uma linguagem diferente, com expressões que se adequem a esse potencial cliente, para que seus resultados sejam mais efetivos.

Ou seja, você não vai vender um apartamento em um bairro de classe média da mesma forma que negociaria um imóvel de alto padrão, não é mesmo?

  1. Copywriting imobiliário: Adapte o texto ao público

Quando você está escrevendo e passa a entender quem é seu público-alvo, é natural que seu texto se adapte a essa pessoa, para que possa dialogar com ela, mostrando os pontos positivos do imóvel que está sendo negociado e o quanto fechar um negócio com você é uma ótima ideia.

Mas, para que você consiga fazer uma boa adaptação é necessário conhecer esse cliente, saber exatamente o que ele busca, quais seus gostos e preferências, saber de fato quem ele é, assim você conseguirá produzir um conteúdo completamente direcionado.

  1. Copywriting imobiliário: Evite palavras muito comuns

Aqui não estamos dizendo que você deva produzir o seu conteúdo com expressões rebuscadas ou de difícil compreensão, e sim, seria interessante evitar certos chavões do mercado imobiliário, como adjetivos.

Por exemplo, iniciar um texto destacando um imóvel como imperdível causa no cliente uma sensação de estranheza, de falsidade, que irá naturalmente afastar essa pessoa, em lugar de aproximá-lo de seus produtos.

Mas isso não significa que você não deva exaltar as qualidades de um imóvel, ao contrário. É possível destacar esses pontos positivos em outros trechos do material, reforçando as qualidades distribuídas ao longo do conteúdo, soando mais naturalmente.

  1. Copywriting imobiliário: Complemente as imagens que aplicar nos conteúdos

Uma imagem, no mercado imobiliário, tem ainda mais importância do que em qualquer outro segmento, já que aqui é ela quem vai cativar ou não aquele potencial cliente a fechar negócio.

Por isso, ao trabalhar com imagens, evite a tentação de alterar as imagens, retirando as características originais. Em lugar disso, escolha a foto correta para complementar o texto que descreve o imóvel.

Procure sempre mesclar fotos com pontos positivos e detalhes do empreendimento que mostrem suas vantagens, sem que pareça forçado.

  1. Copywriting imobiliário: Coloque números em seus textos

Durante a produção dos materiais, não se esqueça de colocar números para se referir aos imóveis, como o número de quartos, vagas de garagem ou banheiros, por exemplo. Além de dar mais agilidade ao material, desperta a atenção desse potencial cliente.

  1. Copywriting imobiliário: Mostre as vantagens da compra para o cliente

Quem está produzindo um material com a aplicação do copywriting imobiliário deve sempre ter em mente que seu conteúdo precisa mostrar qual a vantagem da compra ou locação daquele imóvel para o cliente.

Para isso, reforce qualidades e características que seu público-alvo consideram importantes, como localização, rede de transporte ou mesmo segurança. Assim, o cliente perceberá o quão vantajoso é fechar esse negócio.

  1. Copywriting imobiliário: Revise o material 

Por fim, antes de fazer qualquer publicação, é crucial realizar uma boa revisão gramatical. Confira muito bem o texto e, se possível, peça a opinião de terceiros.

Outros olhares podem identificar erros que nossos olhos não seriam capazes de captar tão rapidamente como os de um leitor descansado.

Gostou das nossas dicas? Acompanhe a 99web nas mídias sociais e fique por dentro de todas as tendências e novidades do marketing digital imobiliário.

No Replies on Dicas para Executar Copywriting Imobiliário com Maestria

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>